Baby yoga e shantala

Por: Elizabeth Green


Baby yoga é uma prática oriental que pode ser utilizada a partir do primeiro mês de vida do bebê.  As aulas ajudam a fortalecer o vínculo mãe/bebê criando um espaço sagrado, longe das conturbações do dia a dia. Permite que a mãe usufrua deste momento mágico e especial que é o "cuidar", e se sinta mais tranquila  e relaxada, aumentando sua vitalidade e disposição. 


Através da prática física de alguns asanas (posturas) junto com seu bebê,  a mãe adquire equilíbrio físico e emocional, fortalece seu abdômen  e o assoalho pélvico, aumenta sua flexibilidade e previne a suposta depressão pôs-parto.


Com o auxílio da massagem hindu, que surgiu em kerala, no sul da Índia, há milênios,  conhecida como Shantala e que atua diretamente sobre o plano físico, energético e emocional, o bebê remete as sensações dos movimentos intrauterinos de estar na barriga da mãe,  superprotegido.


  A Shantala se torna um recurso para a mãe conversar com seu filho,  na linguagem que ele entende. Os movimentos acalmam, tranquilizam, reduzem cólica e prisão de ventre. O contato faz a criança se sentir amada,  garantindo autoconfiança e segurança no futuro. Porém,  a Shantala não é um remédio,  e não tem receita. É preciso dedicação,  carinho, respeito, paciência e muito amor para chegar aos resultados desejados.


Hare om